O principal papel de uma empresa ou um negócio é se mostrar ao público e expor os serviços e produtos que oferecem. Hoje, a ferramenta mais eficaz para isso é o site. Na verdade, ter um site deixou de ser apenas uma questão de vontade para se tornar uma necessidade. “O site é uma vitrine para o mundo. Apresentar informações relevantes sobre a empresa facilita para que o público consumidor consiga saber mais sobre ela e optar, se for o caso, por realizar seu pedido, no caso do site estar vinculado a uma loja virtual, ou, ao menos, contatar a empresa para dados complementares”, explica Alexandre Prado, coach de desenvolvimento humano.

Além de permitir que as pessoas conheçam melhor o seu trabalho ou produto, existem inúmeras vantagens para quem opta por essa plataforma. Segundo Gabriella Toledo, diretora da Clicksoft, a criação de um site pode gerar muito mais resultados do que somente novos negócios. “Através do site, você automaticamente cria um novo canal de contato com o seu cliente, constrói autoridade e profissionalismo, captura contatos de pessoas interessadas pelo seu serviço e inicia um relacionamento direto com essas pessoas”, orienta Gabriella.

Mesmo oferecendo tantas utilidades, muitas pessoas ainda relutam sobre a ideia de ter um site. Com isso, acabam perdendo uma grande quantidade de clientes, além de outros quesitos realmente importantes para um negócio. “A perda de visibilidade, acessibilidade e credibilidade são imediatos para quem não tem um site. Perdem também fundamentalmente a capacidade de identificar, conhecer e interagir com o mercado consumidor. Deixam de melhorar suas vendas”, alerta Prado.